Existe alguma tabela de honorários que deve ser seguida na hora de cobrar a ART do cliente?

Sou engenheiro civil recém formado, e estou com algumas dúvidas na hora do preenchimento de ART’s de reforma:

Ao realizar o preenchimento de remoção de piso, por exemplo, o que é necessário informar? A metragem, o peso do novo piso a ser instalado, o entulho que será gerado na reforma?

Outra coisa... existe alguma tabela de honorários que deve ser seguida na hora de cobrar a ART do cliente? Ou eu como engenheiro autônomo, posso cobrar o quanto eu quiser pelo preenchimento (fora a taxa do CREA)?

Existe alguma tabela de honorários que deve ser seguida na hora de cobrar a ART do cliente?

Sou engenheiro civil recém formado, e estou com algumas dúvidas na hora do preenchimento de ART’s de reforma:

Ao realizar o preenchimento de remoção de piso, por exemplo, o que é necessário informar? A metragem, o peso do novo piso a ser instalado, o entulho que será gerado na reforma?

Outra coisa... existe alguma tabela de honorários que deve ser seguida na hora de cobrar a ART do cliente? Ou eu como engenheiro autônomo, posso cobrar o quanto eu quiser pelo preenchimento (fora a taxa do CREA)?

Você tem alguma pergunta?
Pergunte à comunidade

19 Respostas

Respostas úteis 4
Carlos Alberto Oliveira Queiroz
CLE Serviços de Engenharia (Niterói, Rio de Janeiro) CLE Serviços de Engenharia - há 3 anos

Prezados colegas comentadores. Um serviço como esse de acompanhamento de troca de piso, que a pouco tempo atrás não tinha a obrigatoriedade de acompanhamento por parte de um profissional não pode ter uma cobrança de um valor muito alto. Se um profissional for cobrar além do valor da ART mais R$500,00 reais vai ficar para o cliente em torno de R$600,00 tudo. Imagine que um pedreiro para trocar o piso de uma sala faz esse serviço em uma semana. Ele provavelmente cobrará entre R$1500,00 a R$2000,00 por esse serviço. Essa é a questão que avilta a profissão. Esse tipo de acompanhamento deveria ser subsidiado pelo crea cobrando um valor simbólico pela ART e informando que a responsabilidade é compartilhada pelo profissional executor e o engenheiro/arquiteto(CAU). Mesmo com o acompanhamento do engenheiro existirá o risco do serviço ser mal feito, a argamassa causar algum problema, a tinta desgastar, o gesso rachar. Essas questões não podem ser colocadas na conta do engenheiro. O que deveria ser criado é um crea de varias categorias profissionais de forma a que os clientes pudesse optar por um profissional qualificado ou um quebra galho. Não adianta pagar caro pra um engenheiro garantir com uma visita e uma ART a qualidade de um serviço que será executado por um terceiro desqualificado.

Tenho dito.

Carlos Queiroz

Sidinei
Sidinei
Particular - há 3 anos

Obviamente a cobrança da ART é totalmente ilegal, a obrigação de pagar é do profissional,ele deve cobrar pelo serviço e a ART é o termo de compromisso com o CREA onde ele informa que esta responsável pelo serviço ou obra.

Hélcio Frezza
Particular - há 3 anos

Sim, o valor pago ao CREA é o profissional que deve arcar, no caso, eu. Minha duvida maior é quanto deve ser cobrado pelo serviço, se há alguma tabela a ser seguida ou algo do tipo, e o que deve constar exatamente na ART, assim como eu comentei na pergunta. Desde já, agradeço pela resposta!

Helios Alencastro
Helios Alencastro Arquitetura (Brasília, Distrito Federal) Helios Alencastro Arquitetura - há 3 anos

Prezado, Hélcio Frezza.

Na elaboração de ART, há as opções de quantificação a ser informadas, sugiro que a faça por metro quadrado.

Na internet você vai encontrar várias "tabelas de honorários de engenharia", basta digitar desta forma que encontrará, quanto ao valor a ser cobrado deve-se cobrar pelo serviço, ou seja, o acompanhamento da troca do piso, o qual você poderá cobrar por serviço, por visita, entre outras formas e neste valor já deve estar previsto o valor da ART, pois esta é de responsabilidade do profissional e não do cliente. Supomos que sua hora técnica custe R$ 200,00 e você fará duas visitas, o valor a ser cobrado é de R$ 400,00 + a taxa de ART, a soma dos dois é o valor a ser passado ao cliente, que poderá estar descrito no orçamento.

É importante o acompanhamento para conferir se a execução esta sendo feita da forma adequada, pois caso aconteça algum problema você como o RT da obra poderá arcar com os custos, visto que se tornou o responsável pela execução do serviço. Qualquer duvida estou a disposição.

Vinicius
Particular - há 2 anos

Bom dia. Valor a ser cobrado de 2 à 5% do valor total da obra, se este valor ficar abaixo de 500 reais, o valor será de 500 reais. Não se responsabilize por pouco, pois imagine quanto um advogado cobrará para lhe defender caso ocorra algum problema futuro na reforma ocorrido pela qualidade do serviço. A coisa é simples mas é séria!

Geraldo  Ribeiro
Viaminas Construcoes (Belo Horizonte, Minas Gerais) Viaminas Construcoes - há 2 anos

Prezado Helcio, esta regra é bem complicada, não existe um valor tabelado e o mercado "dita" as regras, mercado competitivo, preços menores, mas também não podemos desvalorizar nós profissionais da área.

esperamos ter ajudado, Viaminas Construções.

Bruno Rebocho
Bruno Rebocho
Particular - há 2 anos

Amigo é o seguinte, hoje pelo menos aqui na região de Campinas está cobrando uma ART de reforma na faixa de R$ 250,00 no máximo. Infelizmente nós engenheiros temos que cobrar o que o mercado está pedindo, por ae eu já vi arquiteto fazendo essa mesma ART no valor de R$150,00, dai ele paga a taxa do Crea e no fim não ganha nem R$100,00, mas também não visita a obra para ver se está sendo feita da forma correta. O que eu posso te dizer é que cobre 10% do valor total da reforma estará satisfatório para você e dentro da realidade do mercado.

Um abraço.

João Guilherme
Cantieri Serviços Técnicos Eireli (Rio de Janeiro Zona Oeste, Rio de Janeiro) Cantieri Serviços Técnicos Eireli - há 3 anos

Acredito que você não esteja vendendo ART, acho que sua pergunta se refere a quanto cobrar pelo seu trabalho de execução, de fiscalização, de administração da obra. Então quanto você deve cobrar! geralmente é por m², contudo tudo depende do quanto você irá ficar preço ao cliente, tamanho do empreendimento, grau da sua responsabilidade técnica. Você nunca deve apenas gerar e assinar uma ART, sem primeiro avaliar o projeto e acompanhar a obra.

Hélcio Frezza
Particular - há 3 anos

Exatamente isso que eu quero saber. Minha duvida, é se há algum valor padrão a ser cobrado por esse serviço, se há alguma tabela de honorários, mas pelo jeito, não.

Sobre a taxa paga ao CREA, sei que é de responsabilidade do profissional e que é o valor é liberado logo após finalizar a ART, pelo próprio site.

Desde já agradeço sua ajuda!!

Rodrigo da Silva Pinto
Rodrigo da Silva Pinto
Particular - há 3 anos

Amigo venda de ART é ilegal. Você pode vender o serviço de consultoria, laudos e sua horas gastas no trabalho a ser executado mas não pode cobrar pela ART ou futuramente você pode ter problemas no CREA.

Hélcio Frezza
Particular - há 3 anos

Pelo que entendi, a ART (taxa do CREA) deve ser paga pelo profissional e fora isso devo cobrar pelo serviço, de acompanhamento da execução. Isso que você quis dizer, certo? Minha duvida é quanto devo cobrar por esse serviço, se há alguma tabela a ser seguida. E fora isso, o que devo preencher exatamente em uma ART , conforme eu descrevi em minha pergunta). Desde já, agradeço a resposta e ajuda!!

Vértice Engenharia e Consultoria

Prezado Hélcio, bom dia.

A respeito do preenchimento da ART, é válido dizer que todos os dados devem condizer com a realidade do serviço executado, assim como dos valores dos serviços prestados. Sugiro que preencha o campo de quantificação por área do serviço prestado. É interessante ainda detalhar no campo para observação qualquer informação adicional que venha deixar claro sobre os serviços prestados.

A respeito dos valores, exitem várias tabelas na internet para servir de parâmetros. Obviamente o poder aquisitivo de grandes capitais e o valor aplicado em serviços em grandes centros é maior do que em cidades do interior. Nesse caso, deve-se usar o bom senso, desde que nunca "prostitua" a profissão. Uma forma interessante de cobrar, é fazer um estudo do tempo gasto na resolução do trabalho em si, assim como o gasto/custo de outros itens (software, especialização, plotagem, taxas, entre outros). Abraço

Deixe sua resposta

Você deve estar cadastrado para responder as perguntas. Está proibido incluir telefones, e-mails ou links de sites externos. Sua resposta será revisada e excluída caso não cumpra a regra.

Peça orçamentos de engenheiros na sua região

Escolha um tipo de trabalho

Cadastre-se
Você é um profissional?

Fale com pessoas que estão procurando profissionais qualificados em obras, instalações, mudanças, etc.